BioEdTech - CNPJ 32.782.239/0001-57

suporte@bioedtech.com.br

Entrega estimada de equipamentos: 50 dias

©2019 by BioEdTech - Todos direitos reservados

Bioimpressão 3D de modelos de glioblastoma: uma alternativa otimizada para estudos mais realistas

Atualizado: Fev 12

A bioimpressão tridimensional (3D) de vários tipos de células em matrizes extracelulares otimizadas tem o potencial de modelar mais de perto o nicho 3D da fisiologia e doenças humanas, do que as alternativas atuais.

Neste estudo, podemos ver o uso de uma bioimpressora de extrusão de múltiplos bicos para estabelecer modelos de glioblastoma constituído por células cancerígenas e estromais impressas em matrizes compostas de alginato modificado com peptídeos de adesão celular RGDS, ácido hialurônico e colágeno-1.


Os métodos foram desenvolvidos usando células de glioblastoma U87MG e monócitos / macrófagos MM6, enquanto construções mais relevantes para a doença continham células-tronco de glioblastoma (GSCs), co-impressas com células estromais associadas ao glioma (GASCs) e microglia.


Métodos que fornecem uma rota econômica simples para as culturas 3D, evidenciando um padrão de expressão gênica mais próximo do seu estado in vivo, como os esferoides e / ou organoides são utilizadas na bioimpressão atualmente.


Os parâmetros de impressão foram otimizados para promover a interação célula-célula, evitando o "encapsulamento" das células devido à reticulação excessivamente densa. Essa impressão teve um efeito insignificante na viabilidade celular, e as células mantiveram atividade metabólica e proliferação. O hidrogel de alginato permitiu a rápida recuperação de proteínas da célula, do RNA, e os repórteres fluorescentes forneceram análise da ativação da proteína cinase nas construções bioimpressas.


As células-tronco de glioblastoma mostraram mais resistência aos medicamentos hemoterapêuticos nos construtos (construções) de tumores bioimpressos em comparação às culturas 2D, refletindo a situação clínica.


Em resumo, esse trabalho demonstra uma estratégia de bioimpressão 3D que permite o controle sobre a organização espacial das construções tumorais para testes pré-clínicos de sensibilidade a medicamentos e estudos do microambiente tumoral.


Delineamento experimental do projeto em questão. Artigo de referência "Three dimensional in vitro models of cancer: Bioprinting multilineage glioblastoma models".


Quando as construções de células de glioblastoma bioimpressas foram usadas para testar sensibilidades à temozolomida e cisplatina, foi observada uma resistência modesta à droga em relação à cultura aderente para a temozolomida, mas uma resistência muito substancial à cisplatina. Em relação a esses dados, é notável que a cisplatina foi previamente submetida a vários ensaios clínicos para glioma de alto grau sem sucesso, mas fornece dados promissores de citotoxicidade em culturas 2D e algumas culturas 3D, incluindo géis de colágeno e esferóides / neuroesferas 3D.


Embora se tente desenvolver modelos padronizados baseados em células cultivadas que representem mais de perto tecidos saudáveis ​​e doentes, o impacto e o valor de algumas características modificadas do modelo muitas vezes não são claros sem uma análise profunda impraticável da expressão gênica. No entanto, à medida que modelos mais evoluídos são produzidos e a melhor caracterização desses modelos é executada, deve ser possível, de maneira econômica, combinar modelos individuais à aplicações individuais.

Os métodos descritos aqui, os quais reproduzem a organização espacial de vários tipos de células e contribuem para o nicho 3D do glioblastoma, e que permitem o restabelecimento de proteínas e RNA, bem como a análise de sinalização celular, devem acelerar o fornecimento de modelos aprimorados de glioblastoma.

Pincipal referência utilizada na matéria:

"Three dimensional in vitro models of cancer: Bioprinting multilineage glioblastoma models".





Gosta da área de Bioimpressão?



Saiba que você pode iniciar na área com equipamentos de baixo custo, assim como o grupo de pesquisadores da matéria acima.

https://www.bioedtech.online/events/construa-a-sua-propria-bioimpressora-e-leve-a-pronta-para-casa-lab


Não perca os cursos exclusivos da BioEdTech, focados diretamente nos desafios presentes da área. Com o apoio da Merck do Brasil, empresa líder em produtos químicos e farmacêuticos.